Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Coisas (des)Interessantes

Não penses que o mundo, a vida ou o tempo, te vão devolver alguma coisa daquilo que fazes. Nem tens de pensar isso sequer! Simplesmente faz!

Coisas (des)Interessantes

Não penses que o mundo, a vida ou o tempo, te vão devolver alguma coisa daquilo que fazes. Nem tens de pensar isso sequer! Simplesmente faz!

22
Dez12

Sobre o Natal

mudadelinha

Desde que me lembro, o meu Natal é sempre passado entre família, os meus pais, a minha irmã mais nova, os meus avós maternos e, o meu primo. Sem discussões familiares (que é o que mais existe na minha família devido ao actual estado de saúde da minha tia e do meu tio), quentinho, com o tradicional bacalhou cozido e, a maravilhosa letria da minha avó. Este ano temos a nossa cadela, que sempre transmite mais alegria, neste dia. Como não tenho uma família grande, pelo contrário, somos sempre poucos e, os meus avós têm uma pequena merceeria e vendem jornais pela freguesia, o dia Natal é apenas mais um dos nossos muitos jantares, que se vão realizando durante todo o ano, que acabam cedo, porque a idade já pesa e, acordam muito cedo.

 

É um dia diferente e especial, claro, como a tradição o exige, mas nunca me foi transmitido a tradição da troca de prendas e dos grandes e deliciosos doces natalícios, ou outro género de costumes, que se observa noutras famílias. Quando chega a noite de Natal, já abri todas as prendas, que nunca foram muitas, e não há nada á volta do pinheirinho. Relativamente aos doces, a minha avó e o meu pai sofrem de diabetes á alguns anos, e isso explica muita coisa. Normalmente, neste dia jantamos cedo e, deitamo-nos cedo, com muito desgosto meu e da minha irmã, que gostavámos de ter um Natal mais tradicional e, mais agitado. 

 

 

Mas, estou com isto para dizer que, ao longo dos anos me fui apercebendo que o mais importante para nós não é a tradição, ou o bacalhau e, muito menos as prendas. O Natal é o Natal e, para mim o mais importante é a minha família. Os meus avós, os meus pais. E está dito, não é preciso explicar muito mais.

 

E, como o Natal está mesmo aí á porta, faltam só uns dias, queria desejar um Bom Natal a quem segue e lê o meu blog, e que corra tudo bem.  Muita saúde, muitas prendinhas e muito amor!

3 mudardelinha

Comentar