Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Coisas (des)Interessantes

Não penses que o mundo, a vida ou o tempo, te vão devolver alguma coisa daquilo que fazes. Nem tens de pensar isso sequer! Simplesmente faz!

Coisas (des)Interessantes

Não penses que o mundo, a vida ou o tempo, te vão devolver alguma coisa daquilo que fazes. Nem tens de pensar isso sequer! Simplesmente faz!

27
Mai16

Lá está: relíquias da M80

mudadelinha

Vocês vão-me achar chata mas tenho de falar disto!

 

Hoje de manhã, perto das 9.30h mais concretamente, ia toda contente a caminho do centro onde faço voluntariado e, a rádio encontrava-se sintonizada na M80, como costuma estar. E o que se passava na M80? Os locutores da rádio estavam a contar que existem muitos êxitos musicais que são as grandes aberrações das bandas e dos cantores, porque simplesmente não gostam deles e, que se tornaram temas que o público gostou. Como fundo a música "Creep" dos Radiohead contaram que este é um dos casos, para minha grande surpresa, que adoro e conheço a banda. A letra foi escrita pelo vocalista da banda num momento pouco sóbrio da sua vida, e retratou temas que em nada se identificam com a banda, uma letra muito lamechas. No entanto, depois de a ter escrito, procurou um arranjo para ela, com o apoio dos restantes membros. Segundo o próprio baterista, são poucos os momentos da música que se identificam com eles e, aquela música, que só por acaso é o grande êxito mundial da banda, nada tem haver com eles. Engraçado! É  a única música da banda que consegue ser cantada em karaoke e cuja letra é tão entendível. Conheço também a música "High and Dry", música que adoro e faz parte das minhas listas de reprodução!

 

Foi um relato que adorei ouvir e que falta imenso nas restantes rádios portuguesas!

 

 

25
Mai16

ao que podemos chamar de choque

mudadelinha

Fico parva quando "crianças"/adolescentes, o que lhes quiserem chamar, de 18 anos, não conhecem U2, Coldplay, Beatles, 3 Doors Down. Podia fingir, mas não consigo, para mim é mesmo um choque. Dizerem-me que não é do seu tempo é uma desculpa, porque U2 ou Beatles, ou as próprias Spice Girls também não são do meu, mas são tão intemporais, que para mim todos os deviam conhecer. E maior choque é quando me dizem que só conhecem músicas kizomba. E essa afirmação só serve para intensificar mais a minha embirração com kizomba.

21
Mai16

Love Will Set You Free*

mudadelinha

 LINDO LINDO! Voz linda, uma letra deliciosa... Admito, rendo-me!

 

"I took a long and lonely walk up
To an empty house
That’s where I’ve come from
Where have you come from
The more I live, the more I know,
I’ve got to live without
This ain’t no sad song
Life has to go on

If you’re ever feeling lonely
If you’re ever feeling down
You should know you’re not the only one
‘Cause I feel it with you now
When the world is on your shoulders
And you’re falling to your knees
Oh please
You know love will set you free"

17
Mai16

Terça-feira à noite...

mudadelinha

Tão fixe quando recebes um email do teu professor de Praticum Processo Civil (a disciplina mais prática que temos de direito civil, onde aprendemos a elaborar as peças processuais) às 14.15h de terça-feira, a informar que na quarta-feira às 14.00h, tens de lhe entregar uma contestação da petiçãol inicial que analisamos a semana passada. Tãoooo fixe... quando não fazes a mais pequena ideia de como se elabora uma contestação porque ainda não és licenciado em Direito, porque nunca fizeste nenhuma, porque não tens nenhum modelo-base para te seguires, porque tens mais cadeiras além desta e, porque (HOJE!!) tiveste aulas até ás 20.00h! Alguém capaz de lhe explicar isto?!

 

Encontro-me colada ao computador, completamente "à nora", porque preciso de ter uma contestação pronta até amanhã, às 14.00h. Uma coisa é certa... bem ou mal ela vai aparecer.

14
Mai16

"... e se isto aqui for por vaidade"

mudadelinha

" E se isto aqui for por vaidade
Então desculpa mas não vai dar
È que pra mim não faz sentido
Continuar contigo
Se o que temos não for de verdade

(...)

Eu não nasci pra ficar sem ti
Mas só pra nós é que isso faz sentido
Não são os bens que tu me dás
Nem o medo de tu me dás
È aquilo que tu me fazes sentir
E eu nem sei se eu te ouvi
Mas quando tu não tás
Eu não sei se eu estou vivo

E, amor igual ao teu
Eu sei que eu nunca tive
E o teu lugar em mim, eu sei que esse é cativo
E, venha o que vier
A nossa história não acaba aqui
Desde o principio que o que eu senti
Foi o que eu segui
Contra tudo e todos
Mas agora eu não tô a conseguir
Vê-la deitada na minha cama
E eu a pensar em ti
Essa realidade é maior do que a ficção
As palavras que eu te digo ao ouvido
Eu já vi que são
De verdade
E pra marcar pra sempre a nossa digressão
Mas hoje"

in Dengaz, Dizer Que Não

Pág. 1/3

Sigam-me noutro sítio

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D