Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Coisas (des)Interessantes

Não penses que o mundo, a vida ou o tempo, te vão devolver alguma coisa daquilo que fazes. Nem tens de pensar isso sequer! Simplesmente faz!

Coisas (des)Interessantes

Não penses que o mundo, a vida ou o tempo, te vão devolver alguma coisa daquilo que fazes. Nem tens de pensar isso sequer! Simplesmente faz!

31
Jan13

a minha corrida aos óscares: Argo e Amour #1

mudadelinha

 

Argo


Argo é um filme norte-americano de 2012, produzido, dirigido e estrelado por Ben Affleck. É baseado em fatos reais relatados no livro Master of Disguise: My Secret Life in the CIA de Antonio J.


Data de lançamento: 31 de Agosto de 2012

Direcção: Ben Affleck

Elenco: Ben Affleck, Bryan Craston, Alan Arkin, Jonh Goodman, Kyle Chandler, entre outros

 

ADOREI! Adoro o Ben Affleck, mas consigo perceber a sua exclusão dos nomeados para o óscar de melhor actor principal. Adoro filmes românticos, mas gosto mais de ver filmes sem romance, sem uma grande história de amor como personagem principal, porque na minha opinião são raros. Podia contar a história, mas penso que este filme merece ser visto, por ser muito bom. 


 

 

Amour


Amour é um filme de língua francesa de 2012, escrito e dirigido por Michael Haneke, estrelando Jean-Louis Trintignant, Emmanuelle Riva e Isabelle Huppert.


Data de lançamento: 23 de Maio de 2012

Direcção: Michael Haneke

Elenco: Jean-Louis Trintignant, Emmanuelle Riva e Isabelle 


Para começar, o que mas gostei de ver e, que me surpreendeu muito pela positiva foi a participação da actriz portuguesa Rita Blanco, neste filme. Este género de filme não é o meu favorito, passo a explicar o porquê. Centra-se na vida de duas pessoas, o decorrer do tempo é muito vagaroso. Mas, por outro lado, adorei a prestação de Jean-Louis, principalmente o seu envelhecimento ao longo do filme, gosto de reparar nos pequenos pormenores e, esse passar dos anos esteve muito presente, principalmente nesta personagem. Não é hábito ver filmes de língua francesa, mas adorei esse pormenor, é interessante mesmo. Comparo este filme, apesar de terem aspectos muito diferentes, ao "Estranho Caso de Benjamin Button", protagonizado por Brad Pit, porque em relação ao decorrer do tempo, passou-se a mesma coisa.  

Para amantes de filmes franceses e, filmes mais vagorosos, aqui está uma boa oportunidade.

 

Alguém já teve oportunidade de ver algum destes filmes?

Ninguém quer partilhar comigo a paixão pelo Ben Affleck? :p