Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Coisas (des)Interessantes

Não penses que o mundo, a vida ou o tempo, te vão devolver alguma coisa daquilo que fazes. Nem tens de pensar isso sequer! Simplesmente faz!

Coisas (des)Interessantes

Não penses que o mundo, a vida ou o tempo, te vão devolver alguma coisa daquilo que fazes. Nem tens de pensar isso sequer! Simplesmente faz!

20
Dez17

Sobre o Natal*

mudadelinha

Somos sempre as mesmas seis pessoas sentadas à mesa de Natal: os meus pais, a minha irmã mais nova, eu e os meus avós maternos. Os lugares já estão marcados e mais que marcados, sem ser preciso marcadores em cima da mesa ou nas cadeiras. 

 

Os doces são sempre os mesmos e sempre as mesmas pessoas a fazê-los. A casa da minha avó vai cheirar eternamente a aletria no dia de natal, a farrapo velho, a bacalhau cozido e a pão, que nós, carinhosamente, chamamos de "pão de natal". O tipíco pão-de-ló (que eu não gosto), o bolo rei (que eu também não gosto!), as nozes e os pinhões. 

 

Não abrimos prendas, o pinheirinho nunca tem embrulhos debaixo, porque abrimos tudo à medida que nos vão dando.

 

A tradição da árvore de natal. É sempre montada no mesmo dia, no feriado do dia 8 de Dezembro, porque foi o dia do meu batizado, da minha irmã e da minha mãe e porque é o antigo dia da mãe. 

 

Já sei o meu Natal de olhos fechados. Os cheiros, os sabores, as pessoas. 

 

Se o trocava por alguma coisa? Não, não o trocava por nada. Nem gosto de pensar no dia que mudar alguma coisa. 

 

Bom natal a todos!

15
Dez17

Conversas de "recreio"

mudadelinha

Um dia destes, num intervalo qualquer de uma aula, ou num momento de descontração, numa pausa, estava com alguns colegas no átrio da faculdade, enquanto uma colega contava que o tio a tinha ido visitar à faculdade com um amigo. E, as restantes colegas estavam eufóricas porque queriam imenso ter conhecido o tio e o amigo. Estavam mesmo entusiasmadas com aquilo porque, segundo elas, era a oportunidade perfeita de terem conhecido o amigo e a perderam.

 

Não estava a perceber aquilo. Ao que, inocentemente, perguntei "Mas o que tem o amigo do tio? Não estou a perceber." E a rapariga que estava ao meu lado responde-me "É o marido, não é o amigo!" e encolhe os ombros. 

 

Se não estava a perceber o que se estava ali a passar, menos fiquei a perceber. Pensei que essa fase já estivesse ultrupassada, mas não. Desilusão.

14
Dez17

Sobre os 5 anos deste blog

mudadelinha

É a primeira vez, em cinco anos, que faço referência a esta data. Nunca antes tinha reparado no dia em que criei este espaço. Mas acho que 5 anos é significativo. E pensar que ao fim de 5 anos, com umas grandes pausas pelo meio, ainda ando por estas andanças. E Que muitos dos blogs que seguia e sigo, aqueles que gosto de ir lá todos os dias, continuam a escrever, ainda por aqui andam como eu.

 

Lembro-me, perfeitamente, do dia em que criei este blog e da sua razão. Já tinha um blog nesta plataforma, que por força das circunstâncias, decidi colocar um ponto final. Por razões, principalmente, de privacidade, do que lá escrevia, daquilo que dava a conhecer de mim, dos meus e da minha vida, não me sentia minimamente preparada para que se soubesse que era meu.  Tenho algumas saudades daquele cantinho, porque foi o meu primeiro espacinho blogosférico. 

 

Desde sempre gostei destas andanças, desde que me lembro e como sempre gostei de escrever, foi só juntar o útil ao agradável. O gosto pela escrita, ao fim de tanto tempo, mantem-se. O jeito, esse, nem tanto! Tenho perfeita noção disso, infelizmente. Nunca quis ter um blog para fins profissionais, ou que tivesse muitos seguidores diários, parcerias, publicidade e afins. Isso nem se encaixa na minha pequena definição de blog. 

 

Este blog é um espacinho só meu, onde coloco algumas das minhas coisas, onde partilho pensamentos e ideias, desabafos também.

 

E por muitas razões hoje dou conta que este espacinho já tem 5 anos!

 

 

 

depositphotos_20437713-stock-photo-colorful-painte

 (retirada da internet)

 

Que venham mais 5!

11
Dez17

A minha vida tem música à segunda-feira (parte 5)

mudadelinha

Já tinha começado com esta "rubrica" (se assim lhe posso chamar) há algum tempo, mas numa das pausas que fiz no blog, deixei de a publicar. Anteriormente, fazia-o à sexta, mas vou começar a publicar à segunda, se é para começar a semana, vamos começar a semana com música!

 

Não é novidade para ninguém que adoro música portuguesa, temos música portuguesa completamente deliciosa e acho que nos últimos tempos, temos tido o privilégio de conhecer nova música portuguesa, novos artistas portugueses, o que é realmente maravilhoso, porque em Portugal também se faz música muito boa.

 

 

Esta é só mais uma de tantas que podia partilhar, adoro esta música e adoro-os aos dois. É engraçado que não adorava a música da Carolina Deslandes, gostava mas não ouvia repetidamente, deixava-a só pela rádio e pouco mais, apesar de admirar imenso o seu trabalho e dedicação. Depois de "A Vida Toda", sou obrigada a assumir-me como fã, adoro ouvi-la cantar em português e tenho gostado muito mesmo do seu trabalho.

 

Com esta música começo mais uma semana, que espero que passe rápido!

Boa semana!

 

 

Sigam-me noutro sítio

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D