Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Coisas (des)Interessantes

Não penses que o mundo, a vida ou o tempo, te vão devolver alguma coisa daquilo que fazes. Nem tens de pensar isso sequer! Simplesmente faz!

Coisas (des)Interessantes

Não penses que o mundo, a vida ou o tempo, te vão devolver alguma coisa daquilo que fazes. Nem tens de pensar isso sequer! Simplesmente faz!

14
Dez18

7 anos de Muda de Linha

mudadelinha

 O ano passado foi o primeiro ano que me lembrei de ir ver a data de aniversário deste espacinho e como pessoa distraída que sou achei que o blog fazia 5 anos e festejei 5 anos de MudaLinha, quando passadas umas semanas me apercebi que afinal não eram 5, mas 6 anos e corrigi. Portanto, este ano não fazemos 6, mas 7 anos e pirosa como sou, tinha de ser especial.

Há 7 anos atrás, por volta desta hora, estava a escrever este post, para findar um projeto tão especial e dar inicio a outro, ainda mais especial. Tempo onde andas? Tanta coisa mudou desde o dia 14 de dezembro de 2012, que não me consigo lembrar precisamente do momento em que o fiz, mas lembro-me das circunstâncias que me levaram a fazê-lo. Estava no meu segundo ou terceiro ano de faculdade (também não me recordo com exatidão) e tinha escrito um texto, um pequeno desabafo, a contar a minha experiência positiva na praxe da minha faculdade. E, como sempre disse, nunca esperei, nem nunca quis que o meu espaço blogosférico fosse público e conhecido dos meus amigos, família e conhecidos. Como não o esperava nunca tive muito cuidado com questões de privacidade, e sempre partilhei algumas fotos e alguns momentos, e o meu nome também, porque nunca pensei que alguém me fosse conhecer. Inocente! Quando me apercebi essa publicação já estava a correr o Facebook e os grupos do Facebook da minha faculdade, nunca percebi muito bem como, associada ao meu nome e ao nome do blog. O choque foi tanto que decidi apagar completamente a conta, e até tomar a decisão de criar outra demorou uns dias, porque entrei completamente em pânico.  Aliado a isto, tinha um namorado que vinha constantemente ler o que escrevia e não me sentia nada à vontade com isso, mas culpa minha que lhe dei a conhecer e o deixei entrar no meu espacinho.

Passados uns dias (ou meses acho!) percebi que sentia necessidade de ter um espaço, por muito que me apetecesse fazer uns intervalos e não escrever durantes uns tempos, gostava muito de ter um refúgio e uma fuga online e blogosférica, onde sabia quase de certeza que pouca gente me conheceria e poderia escrever à vontade e falar à vontade. O mundo dos blogs sempre me fascinou, desde muito nova que sempre demonstrei esta necessidade de escrever noutro sitio além do papel e da caneta, ter alguém a ler-me e a deixar um comentário sempre me entusiasmou, o facto de não conhecermos pessoalmente quem está desse lado, mas conhecemos e lemos coisas que nos fazem sentir próximos, como se conhecêssemos a pessoa de algum lado.

Criar este cantinho foi das melhores decisões que tomei até hoje, já me acompanhou em tanta coisa que até me assusto quando revejo posts passados. Já fiz imensos intervalos, já fui muito ativa, como já desapareci do mapa e voltei, aliás em 2015 só cá vim em Junho e Julho, e só voltei em Janeiro de 2016. Nunca consegui ser totalmente presente, porque também gosto muito do contacto pessoal com as pessoas e gosto muito de viver, e de estar e viver a 100% e isso faz com que me desligue facilmente de outras realidades. Já pensei em apaga-lo imensas vezes nesses intervalos que fui fazendo, ou porque deixa de fazer sentido, ou porque não sei o que tenho de especial para continuar a escrever, mas acabei por nunca o fazer, e não faz sentido fazê-lo. Por muitas que sejam as dificuldades, por muito que não consiga vir aqui a escrever todos os dias e que não tenha ideias giras e incríveis todos os dias, este blog tem um pedacinho especial de mim e quero continuar a vê-lo e a ter a segurança e a confiança de que posso vir aqui desabafar o que quer que seja.

Já escrevi imensas vezes sobre o significado deste blog na minha vida, da minha dificuldade em escrever, em criar títulos, mas a melhor parte de ter um blog é poder partilhar esse pedacinho que é nosso com outras pessoas, que partilham o mesmo sentimento em relação a um blog, e conhecer outras pessoas através deste mundo. Isso foi o melhor de ter criado um blog. Ter pessoas desse lado é o mais especial. Uma vez contei a alguém que tinha um blog e esse alguém ficou muito espantado com esse facto e das primeiras coisas que me perguntou foi, “Mas tens pessoas que comentam o que escreves? Tens comentários?”. Não é que os comentários sejam o mais importante, de longe, muito menos o número de pessoas que me seguem, mas é importante e é especial sentir que não sou a única maluca por estes lados e que há alguém desse lado.

Gostava de dizer que vou ser mais ativa e que vou escrever mais, por acaso em 2018 até fui, houve uma altura que escrevia todos os dias. E esse é sempre o meu objetivo, tenho um bloco e um documento Word onde aponto todas as ideias que tenho de textos, e acreditem que não são poucas. Umas vezes consigo, outras não, o importante é ainda andar por aqui, sinto que é isso, e este espacinho não é só meu, mas de quem o lê e comenta, de quem gosta e não gosta, porque está disponível a todos, está à distância de um clique, portanto sejam sempre bem-vindos, acreditem que são.

Eu tinha pensado fazer alguma coisa diferente, e selecionar os 7 posts mais especiais para mim até agora, mas depois de começar a passear pelo blog e por tudo o que escrevi até hoje senti-me incapaz. Era uma miudinha quando comecei a escrever e há tanta parvoíce escrita, ali por volta dos anos de 2012 até 2016, que me assusta só ler. Penso, seriamente, se seria a mesma pessoa a escrever, mas só com idades diferentes. Só passaram 7 anos… só! E sinto-me uma pessoa completamente diferente e sinto este blog a caminhar num sentido completamente oposto. Como não consegui fazê-lo, decidi tentar escolher os 7 mais especiais, mas de 2018. Em 2018 tinha como objetivo ser mais ativa por aqui e acho que esse objetivo foi cumprido, por muito que me tenha afastado nos meses de verão por excesso de trabalho, tarefas e compromissos.

 

7 anos de MudaDeLinha, de muitas lições, de muito crescimento, de muitas aprendizagens, e um mundo todo pela frente, quer aqui, quer noutro sitio qualquer.

 

bday candles.jpg

(esta imagem foi encontrada algures no pinterest e não é minha)

Comenta:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Sigam-me noutro sítio

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D