Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Coisas (des)Interessantes

Coisas (des)Interessantes

31
Jan16

O que ando a ler... #1

mudadelinha

A Saga de Um Pensador de August Cury

 

image.jpg

Sinopse:
Neste seu primeiro romance, o psiquiatra Augusto Cury narra a trajectória de Marco Polo - não o navegador e aventureiro veneziano do século XIII, mas um jovem que embarca na grande aventura que é a vida. Marco Polo é um estudante de Medicina, um espírito livre cheio de sonhos e expectativas. Ao entrar para a faculdade, é confrontado com uma dura realidade: a da insensibilidade e frieza dos seus professores, que não percebem que cada paciente é, mais do que um conjunto de sintomas, um ser humano com uma história complexa e única de perdas e desilusões. Indignado, o jovem desafia profissionais de renome internacional para provar que os pacientes com perturbações psíquicas precisam de mais que remédios e diálogo - precisam de ser tratados como pessoas, como iguais. Numa luta constante contra a discriminação, Marco Polo vai provocando uma verdadeira revolução de mentalidades...
 
 
 
É o livro preferido do L. e, foi ele que mo aconselhou. É o primeiro livro que estou a ler em 2016, a vontade é muita, o tempo é pouco infelizmente. Quando acabar dou a minha opinião e digo se gostei dele ou não.
Alguém conhece? Gostaram?
 
 
 
 
19
Abr14

Sobre a Filha do Tibete, de Soname Yangchen com Vicky Mackenzie

mudadelinha

 

 

Sinopse da FNAC: De uma infância de escravidão no Tibete até ao êxito de uma carreira como cantora no Reino Unido – passando pelo encontro com o Dalai Lama no Norte da Índia –, este é um testemunho magnífico sobre a incessante busca da liberdade por parte de uma mulher que, apesar de todas as contrariedades que lhe surgiram na vida, nunca desistiu. Afastada da família com apenas seis anos e marginalizada pelos patrões, conseguiu fugir para o Nepal e daí para a Índia, onde teve uma filha que foi obrigada a abandonar e só conseguiu localizar dez anos mais tarde, quando já era uma cantora conhecida. A sua epopeia é narrada neste livro e constitui um fantástico exemplo de força e coragem.

 

 

Bem, já tinha este livro na minha estante há algum tempinho, mas nunca me tinha apetecido pegar nele. Grande erro meu!

A Filha do Tibete é muito mais que um livro… é muito mais que uma história. É uma história de vida, sobre alguém que nada tinha e, que lutou por tudo o que poderia ter. Sobre alguém que deixa o próprio país, sem qualquer tipo de educação, apenas com a língua tibetana e, foge á procura de uma vida melhor. A Filha do Tibete é a história de uma mulher corajosa, de uma mulher lutadora, que nunca desiste, que leva “chapadas” de todos, mas ergue sempre a cabeça e, luta sempre por melhor.

Quando comecei a ler este livro pensei que seria mais um daqueles livros chocantes sobre mulheres muçulmanas, que perdem a virgindade aos 10/12anos, ou são violadas toda a vida. Então, estava com um certo receio, porque se fosse um desses livros, eu ia-o fechar e não-lhe pegava mais. Mas não… este livro foi uma autêntica surpresa! Há partes do livro que as lágrimas te veêm aos olhos, mas não é por ter passagens chocantes, é mesmo pela força e, pela coragem de uma rapariguinha de 7/8 anos.

Além de toda a coragem, este livro conta a história do Tibete, antes e depois da ocupação chinesa. Dá a conhecer o coração do povo tibetano e, a sua maneira de estar com a vida. E, tenho a dizer que foi mais uma das razões de me apaixonar por este livro.

 

Entrou para o meu top! Não há uma única parte do livro que seja monótona, o livro está dividido em capítulos da vida de Soname e, é escrito pela própria, na primeira pessoa. E, ela não falha na procura da humanidade de quem o lê.

 

12
Abr14

Comecei a ler...

mudadelinha

 

Sinopse:

De uma infância de escravidão no Tibete até ao êxito de uma carreira como cantora de world music no Reino Unido - passando pelo encontro com o Dalai Lama nas montanhas do Nepal -, este livro é um testemunho magnífico sobre a incessante busca da liberdade.
Filha do Tibete conta-nos a história de Soname Yangchen e da sua luta contra a adversidade, num país que se tornara violento e perigoso.
Nascida no campo, no seio de uma família nobre durante a ocupação chinesa, Soname acabou por ser levada como escrava para Lhasa onde viveu uma infância difícil, longe da sua família e do mundo que sempre conhecera e amara. Com apenas dezasseis anos, e enfrentando perigos de que nem ela própria suspeitava, iniciou uma fuga para a liberdade.
Atravessando os Himalaias a pé, conseguiu chegar a Dharamsala, onde o Dalai Lama vivia exilado e onde o conseguiu, finalmente, conhecer.
Mas, mesmo tendo conseguido fugir do Tibete, a vida continuou a não lhe ser fácil e na Índia, país que agora a acolhia, deparou-se com novos perigos e complicações, tendo sido forçada a abandonar a filha que entretanto teve por, pura e simplesmente, não ter como a sustentar. Dona de uma persistência inquebrantável e de um profundo sentimento espiritual que nunca a abandonou, Soname faz amigos - bons amigos - com grande facilidade. Será graças a eles e à sua própria capacidade de trabalho e de fé verdadeiramente invulgar que conseguirá conquistar uma educação que sempre lhe fora negada e ligações na Europa que lhe permitirão vir para Inglaterra, onde acabará por casar com um inglês.
O seu talento para o canto foi descoberto por mero acaso quando, no copo-de-água de um casamento de amigos, cantou em honra dos noivos uma música tradicional tibetana, sem saber que um músico famoso, membro do grupo punk Sex Pistols, estava entre os convidados. A partir daí, a voz de Soname seguirá o seu caminho até ao reconhecimento do meio da world music e não só: uma vez mais à custa de muito trabalho e persistência, a cantora irá, participando em espectáculos, gravando discos, criando novas canções. Tudo isto enquanto trabalha em part-time a fazer limpezas.
Agora que as maiores salas de espectáculo do Reino Unido já se renderam à sua voz e à sua presença, que o agente da cantora Björk já a levou à Islândia em digressão e os seus discos passam nas rádios, a preocupação de Soname é, ainda e sempre encontrar a sua filha, que conseguiu finalmente reencontrar já adolescente e que espera possa querer vir a viver com ela em Inglaterra.
Soname é uma mulher notável, divertida e voluntariosa. A sua história é de uma imensa força, coragem e, acima de tudo, de um espírito livre, indomável.
10
Abr14

Ya, as minhas leituras!

mudadelinha

Não se iludam com o título, as minhas leituras, infelizmente, não tem acontecido. Ou melhor, acontecer acontecem, mas são leituras-estudo, não leituras por prazer. Tendo em conta que estou de férias, ou tenho uns dias de férias,"puxei" alguns livros para cima da mesinha de cabeceira. Livros pequenos, alguns contos, alguns infantis porque tenho saudades da magia infantil e, um romance. Cá vai então: vou ler "O Mandarim" e "A Relíquia" de Eça de Queirós e, tenho um livro de contos da Sophia de Mello Breyner, que se costumava ler na escola.

 

É isto.

Bom dia a todos!

 

23
Abr13

Ken Kollet, Homem de Sampetersburgo

mudadelinha

 

Sinopse: 1914: a Alemanha prepara-se para a guerra e os aliados constroem as suas defesas. Ambos os lados precisam da Rússia. O Duque de Walden e Winston Churchill planeiam, em total segredo, uma aliança russa mas um homem infiltra-se em Inglaterra com a intenção de deixar a sua marca na História e deixar o país a seus pés…

 

Critíca: É um livro delicioso, cheio de mistérios para resolver, de segredos e, envolto num grande suspense. Não é dos livros mais conhecidos deste autor, mas foi o primeiro que li e, gostei muito. É recomendável, tem um escrita muito simples, muito fundamentada e, uma história maravihosa. Adoro tudo o que seja sobre a 2ª Guerra Mundial e, não podia ter feito melhor escolha. Não preciso falar muito do autor, porque é um dos escritores mais "badalados" do nosso século e, com inúmeros livros para se ler. Tenho um livro dele em casa, com uma capa muito antiga, "O Vale dos Cinco Leões" e, será a minha próxima leitura, quando terminar "O Monte dos Vendavais" de Emily Bronte.

Sigam-me noutro sítio

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D