Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Coisas (des)Interessantes

Não penses que o mundo, a vida ou o tempo, te vão devolver alguma coisa daquilo que fazes. Nem tens de pensar isso sequer! Simplesmente faz!

Coisas (des)Interessantes

Não penses que o mundo, a vida ou o tempo, te vão devolver alguma coisa daquilo que fazes. Nem tens de pensar isso sequer! Simplesmente faz!

29
Mar18

Destralhar - o que me tem custado mais

mudadelinha

Não é novidade nenhuma por estes lados que estou a tentar destralhar e desapegar-me de quase tudo na minha vida, já comentei imensas vezes e tenho até partilhado as várias etapas pelas quais tenho passado. Uma coisa é certa, tem sido trabalhoso, não acontece de um dia para o outro, mas tem-me dado imenso prazer, principalmente sentir que afinal não preciso de metade da tralha e do lixo que tenho guardado.

Comecei pelo meu quarto, pela estante, pela secretária, pela mesinha de cabeceira e depois passei para os armários, que deviam servir só para arrumar e guardar roupa, mas não, estavam cheios de tralha. E a mesinha de cabeira nem vou falar.

Hoje venho partilhar aquilo que me custou mais, que pensei mesmo se queria deitar ao lixo ou não e o que me está a custar, visto que ainda não acabei, nem longe nem perto.

  • Das primeiras coisas em que peguei, que estavam empacotadas há uns aninhos e cheias de pó diga-se, foram as papeladas dos anos do secundário e do básico. Testes, papéis, livros, revistas, cadernos, blocos. Aquilo que pensei mesmo guardar foram os testes, acho que são uma boa recordação, é sempre bonito mostrarmos aos nossos filhos, sobrinhos, a nossa letra bonitinha, aquele excelente a história e a português, mas para que é que preciso daquilo? Eram testes que nunca mais acabavam, precisava de uma caixa para guardar e era mais uma caixa a ocupar espaço. Fiquei apenas com alguns, uns três ou quatro se tanto, e o restante deitei tudo ao lixo. E que alívio, menos uma caixa a ocupar espaço!
  • Já a nível digital, tinha cds, dvds, vídeos, fotografias de uma vida armazenadas há anos. Quando comecei a limpar aquilo até me vieram as lágrimas aos olhos, porque já não me lembrava de metade. Não quero ter coisas guardadas que não me lembro, ponto número 1! Esta é mesmo a regra! Custou-me mesmo fazer essa limpeza e claro que não apaguei quase nada, custou só estar ali a ver tudo direitinho, cd por cd, dvd por dvd. Perdi uma tarde toda nisso, até porque passei tudo para o meu disco e depois no disco fiz a limpeza final, apagar o repetido, apagar as fotografias mal tiradas que só servem para ocupar espaço. Tudo o resto, que não me servia de nada, meti ao lixo. Fiquei apenas com algumas coisas que vou conseguir reaproveitar e fazer coisas giras com elas, que depois quero partilhar por aqui.
  • Logo nos primeiros dias, quando comecei a mexer nos livros, decidi que não precisava de metade dos livros da faculdade que tenho, tenho imensos livros repetidos, porque estão sempre a desatualizar, então os códigos nem se fala. Tenho dois ou três códigos do trabalho, mais três comerciais, enfim. Dinheiro perdido e espaço mal aproveitado. Só em relação aos livros da faculdade é que fiz isto, sou incapaz de fazer isto aos outros, fiz um mega resumo dos livros que preciso diariamente e dos que estão atualizados, e de 7 prateleiras na estante, consegui passar para 3. Senti-me orgulhosa quando olhei para a estante!
  • Ainda não comecei esta última fase, mas sei que vai custar porque já me conheço. A roupa, o calçado, os acessórios e afins. Acho que, às vezes, guardarmos determinadas peças é vantajoso, porque são peças que hoje não usámos com tanta frequência, mas que daqui a uns anos podemos identificarmo-nos novamente com elas, e não as metermos ao lixo ou despacharmo-nos delas é bom porque não precisamos gastar dinheiro outra vez, aprendi isto com a minha mãe que tem roupa guardada há 20 anos, que uso agora. A nível da roupa gosto muito de ter este lema, mas a verdade é que acabo por ficar com coisas que nunca mais dou uso. E quero ficar apenas com o essencial, com aquilo que gosto e com aquilo que preciso, nada mais, e guardar apenas isso. Já sei que vai ser um dilema quando começar a arrumar a roupa e o calçado, o calçado nem tanto, mas a roupa dou mais novidades mais tarde, porque não vai ser fácil.

8 mudardelinha

Comentar

Sigam-me noutro sítio

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D