Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Coisas (des)Interessantes

Coisas (des)Interessantes

18
Mai22

Desabafos de uma grávida

mudadelinha

Entramos no último trimestre de gravidez e tenho um pequeno terrorista aqui, que não para quietinho um minuto, quando para até estranho. Tenho dito muitas vezes que para tudo o que temos vivido tenho tido uma gravidez santa, porque estes últimos meses, principalmente estas últimas semanas, têm sido o reboliço total nas nossas vidas, e não tive complicações nenhumas ao longo da gravidez. Os sustos normais como já contei, gases, uma outra dor estranha para pais de primeira viagem, mas nada que deixasse de cama ou que indicasse um parto prematuro.

Em novembro do ano passado, de 2021, decidimos comprar casa, já depois de sabermos que vinha um bebé a caminho. Vivíamos num apartamento arrendado, a senhoria deixa-nos os cabelos em pé, até tínhamos ideias de ficar com o apartamento porque gostamos especialmente da localização, mas depois começamos a perceber os joguinhos dela, então decidimos que íamos procurar uma casa com algum espaço exterior. Depois de uma semana de descobrirmos que estava grávida, vimos uma casa que preenchia quase todos os nossos critérios, principalmente o preço porque, mas ligeiramente fora da zona que queríamos, mas a casa tinha muitas outras coisas que na zona que queríamos não íamos encontrar. Não àquele valor. Naquele dia viemos embora pensativos, falamos muito pelo caminho, fizemos contas à vida, às nossas poupanças e a tudo e mais alguma coisa, e decidimos que era uma boa oportunidade. Apesar de ser mais afastada, estamos a sensivelmente 20 minutos de carro dos nossos trabalhos, estamos a 10/15 minutos dos nossos familiares, estamos relativamente perto dos principais serviços e acessos que usamos todos os dias. Da forma como está a ficar o mercado imobiliário, decidimos que ou era ali ou podia não ser mais. Fizemos contas de tempo também, mudanças, sair do apartamento, ir para a casa, tenho exame da ordem dos advogados em Faro na primeira de junho, e tinha de me deslocar ao Algarve não sei quantas vezes ao longo destes meses, mas inocentemente achamos que ia dar tempo para tudo. Pois bem, achamos mal, muito mal. Reservamos a casa a 6 de novembro e assinamos a escritura a 6 de abril. Todo o processo demorou 5 meses. 5 meses de stress, 5 meses de vida parada e 5 meses de uma gravidez, quando uma gravidez tem 9/10 meses, e o bebé não tem data e hora marcada para nascer, vem quando ele quiser, apesar de haver uma data prevista, é apenas uma previsão.

Estes meses têm sido cansativos e duros, muito duros, principalmente esta fase final, e se calhar por isso é que me queixo tanto de desconfortos da gravidez, porque sinto-me todos os dias a não poder aproveitá-la. Todos os dias luto para me manter calma e serena, positiva e otimista, mas com energia para fazermos tudo a tempo. Sinto-me constantemente cansada psicologicamente, sinto-me a precisar de ajuda e a não ter tempo de a procurar.

Têm sido tempos de mudanças de casa, de preparar a chegada de um bebé, de viagens Algarve-Porto duas a três vezes por mês, às vezes no mesmo dia, viagens que englobam uma logística e muito estudo também, um trabalho a full-time que adoro, e uma gravidez que tem sido calma, mas de calma não tem tido nada.

Quando vi a compra da casa tão parada, decidimos montar tudo do bebe em casa dos meus pais, pelo sim, pelo não, foi a melhor decisão, porque caso lhe apeteça vir mais cedo, temos tudo preparado, mas nem isso tem sido fácil também, porque sinto que não dedico o meu tempo a 100% a nada.

 

O L. diz-me todos os dias à noite que vai tudo correr bem, e a verdade é que tem corrido, mas sinto-me exausta e sei que estamos os dois exaustos. Ainda esta semana lhe dizia “sinto o meu corpo a pedir-me para parar e não ter tempo sequer para pensar nisso!”. E espero ter tempo para isso antes deste baby lhe apetecer nascer.

08
Fev17

Demorou mas chegou!

mudadelinha

Depois de uma semana completamente exaustiva, posso dizer que sou final e oficalmente licenciada em Direito pela Universidade Católica Portuguesa! Bem... não sei descrever este sentimento, quando a professora me disse "Bem, decidimos dar-lhe um 14, parabéns!", não sabia onde me meter, a emoção foi tanta que desatei a chorar abraçada ao L. 

 

Doeu, mas já está! Agora que venha o mestrado e todas as etapas seguintes, com muita felicidade, muito esforço... mas sempre rodeada de muito amor!!

 

Obrigado pela força que me deram, um beijinho do tamanho do mundo, vou festejar um bocadinho que na segunda já começa outra vez!

 

15.

(retirada da internet)

 

29
Jan17

Dos últimos acontecimentos*

mudadelinha

2017 até tem sido meu amigo, vá lá. Mais que 2016. Mas, fora isso, deve-se tudo a muito esforço e dedicação.

 

Este é o meu último da licenciatura. Uma licenciatura atribulada diga-se. Quando me inscrevi estava em pânico, porque para acabar a licenciatura no mês de Fevereiro, precisava de me inscrever a 11 cadeiras. E inscrevi-me a 11 cadeiras. Era o tudo ou nada, pensei na altura. Foram muitas vezes que quis desistir, parecia que nada ia correr bem, foram muitas as vezes que liguei à minha mãe, e outras quantas ao L., a chorar e a precisar de força, porque já não a conseguia encontrar sozinha. 

 

A verdade é que... depois de 4 meses, cá estou, e 10 estão feitas! Falta-me uma, o único exame que reprovei e tenho de ir a recurso, mas já estava à espera porque me tinha corrido muito mal. E, falta-me a oral interdisciplinar. 

Recebi as últimas notas na sexta feira e quando pousei os pés na terra pensei "Só falta uma, está quase! O pior já passou!".

 

Estou contente por mim. Estou feliz por mim e, sinto que a vitória acima de tudo é minha, e não sei dizer como sabe sentir isso.

 

Bom domingo**

15
Jun16

...

mudadelinha

13466215_1038856792828601_6679793884138040964_n.jp

 

(esta imagem foi retirada do facebook)

Verdade verdadinha!

 

Amanhã é o meu último exame da época ordinária... Espero só ter para fazer um em recurso, porque me correu muito mal na primeira fase! Por isso... Vamos lá acender umas velinhas, fazer umas fisgas e rezar por mim! Vai correr bem, está quase quase a acabar, parece que nunca mais acaba.

Então cá estou a estudar ao som de Ron Pope no Spotify, a Barbie a dormir no sofá e, hoje, por estes lados, corre um ventinho fresco lá fora, o que agradeço imenso, porque é muito complicado estar fechada na sala, com um calor do caraças lá fora. Por isso... Obrigado S.Pedro!

 

Boa quarta-feira! :)

 

 

Sigam-me noutro sítio

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2019
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2018
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2017
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2016
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2015
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2014
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2013
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2012
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D