Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Coisas (des)Interessantes

Coisas (des)Interessantes

20
Jul13

Nos entretantos e entrelinhas

mudadelinha

Podemos pensar eventualmente que voltamos á escolinha primária? Quer dizer, nós crescemos, o país estagnou.

 

Num jogo do empurra, podemos chamar palhaços e bailarinos? Já que é para se gastar dinheiro, é preferível ver-se um cenário político minimamente divertido! Ou, desculpem o engano, divertido já é! O circo está montado, pena que milhões de pessoas estão dependentes dele e, não parece que alguém se lembre disso.

 

 

É uma pena! Parece que o único conselho fiável é sermos amigos fieis das andorinhas e, voarmos com elas no final do verão. Ou seja, imigrar!

 

(imagem retirada da internet e que eu adorei)

25
Mar13

Suposição?

mudadelinha

Vamos tentar ver o regresso de José Sócrates por outro prisma. 

 

Era realmente engraçado (ou não) vê-lo a candidatar-se ás eleições presidenciais, que se realizam em Outubro, deste ano. Vai-se o feitiço virar contra o feitiçeiro, caso ele ganhe? Há dois anos, encontrava-se José Sócrates como Primeiro-Ministro e, Passos Coelho a liderar a oposição. Será que passados dois anos, das eleições que o mesmo perdeu, vamos ver José Sócrates como Presidente da República? Querendo relembrar que o cargo de Presidente da República ainda exerce alguns poderes (muitos) e, muito importantes para o bem-estar político do país. Diz o artigo 165º da Constituição da República Portuguesa que o Presidente da República pode dissolver a Assembleia de República (ouvidos os partidos políticos) e demitir o Governo. Humm... de facto, interessante pensar no Sr. José Sócrates a substituir o actual Presidente, o Sr. Cavaco Silva e, ter tais poderes em mãos. Vingança? É o que está a querer parecer. Optaria antes pelo termo: crise política. Creio que com a hierarquia política que se prevê, nada mais acontecerá que uma crise política, surgida de uma sede de poder desde há dois anos. E, não querendo mesmo lembrar das razões que levaram José Sócrates  a propor a sua própria demissão. Lá está novamente o nome mais falado de 2013: Pedro Passos Coelho.

 

Veremos o que acontece, Portugal espera!

 

 

Sigam-me noutro sítio

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D