Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Coisas (des)Interessantes

Não penses que o mundo, a vida ou o tempo, te vão devolver alguma coisa daquilo que fazes. Nem tens de pensar isso sequer! Simplesmente faz!

Coisas (des)Interessantes

Não penses que o mundo, a vida ou o tempo, te vão devolver alguma coisa daquilo que fazes. Nem tens de pensar isso sequer! Simplesmente faz!

31
Mar18

Recebi um presente de páscoa que não é um ovo

mudadelinha

Admito que não sou muito amante de ovos, mas adorava quando me davam ovos de páscoa porque delirava com os presentes que vinham lá dentro, quanto ao chocolate nunca o comia todo. Não é bem disso que quero falar, estou a fugir completamente ao assunto. A sapo presenteou-me com mais um destaque e, além de muito feliz, merece um agradecimento. Portanto, muito obrigado por este presentinho de páscoa que não é um ovo, é bem melhor.

 

2018-03-31.png

 

 

06
Mai16

Follow Friday

mudadelinha

Descobri o blog à pouquissimo tempo, até ter visto uma referência na revista Nova Gente. Descobri-o por estas bandas, mas foi um arrepio imediato na espinha mal li o primeiro texto. E, posso-vos dizer naquele diz não consegui ler mais nenhum, só mais tarde é que lá voltei. É uma história relativamente conhecida do público, como muitas outras, mas ler o relato do sofrimento, da angústia, da dor e da saudade é só arrepiante. É um exemplo para mim e, acredito que para muitas outras pessoas, num situação parecida ou não, porque não é preciso estar numa situação parecida para nos apertar o coração a cada palavra. Então, sem mais demoras, o blog é '... Até á lua' de Marlene Barreto Brazão, onde conta a sua história com o seu herói Paulo Nuno Frazão.

 

Não sei se conhecem, mas se não conhecem, é emocionante.

 

"Precisava da tua calma, pois ando demasiadamente agitada. Daquele teu ombro que milhares de vezes me acalmou e me deu força para encarar … Que falta me faz tudo isso! 
Tão diferentes que nós éramos… que nós somos, mas tão iguais naquilo que sentimos. Só consigo dizer-te neste momento, que te amei muito (sempre to disse) e que continuo a amar-te por demais. Sei que sempre o soubeste, não há nada de novo nisso (certo?),  com o acréscimo que as saudades doem demais, fazem sofrer e não deixam sentir o sorriso na plenitude:(
Diariamente, vejo-te, olho para ti, sinto o brilho do teu olhar ( e não tenho vergonha em admiti-lo)… mas sinto falta da fisicalidade. Ela era essencial. Tiraram-te de mim depressa demais… e isso não é fácil perdoar. 
 
até à lua meu super-herói. 
A  tua "gordinha" cá estará para te recordar e nunca te deixar morrer. 
 
Marlene Barreto Frazão "

Sigam-me noutro sítio

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D