Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Coisas (des)Interessantes

Coisas (des)Interessantes

21
Mai20

Valeria

mudadelinha

Crítica: Valéria (Netflix) | Francamente, querida

(a imagem é retirada daqui)

 

Vi nas novidades da Netflix esta série, li o resumo, nada de interessantíssimo, até porque é espanhola e não me apetecia ver mais séries espanholas, depois de La Casa de Papel e Vis a Vis, mas como andava numa de desanuviar e descontrair um bocadinho dos estudos e do trabalho, num momento de zapping fui lá parar.

Valéria é uma série espanhola da Netflix, baseada nos romances de Elísabet Benavent, tem 8 episódios de 45/50 minutos e conta a história de uma recém-escritora e do seu grupo de amigas.

A personagem principal, tal como o nome da série indica, chama-se Valeria, encontrava-se numa crise de escrita e, também, matrimonial, e apoia-se nas amigas, que também estão num processo de autodescoberta. Valeria casou muito cedo, era a única das amigas casada, e estava casada há seis anos. O casamento já tinha dado o que tinha a dar, e esse é um dos pontos de partida da história e também do processo de autodescoberta de Valeria.

A personagem principal acabou por me irritar um bocadinho, mas talvez por isso esteja muito bem interpretada, nunca vi outros trabalhos da atriz para perceber se é aquele o registo dela.  A indecisão dela de tomar atitudes e decisões foi o que me irritou, mas também o que me prendeu à série. Faz-me confusão pessoas que pensam demasiado naquilo que querem dizer, e não dizem o que querem quando têm oportunidade, e esperam que os outros o façam.

A série não tem o argumento mais interessante de sempre, em termos de conteúdo não vamos aprender nada de novo, pelo menos não aprendi, mas é uma série levezinha, para passar o tempo, que não tem sido muito abundante por estes lados.

Recomendo para descontrair das preocupações gerais do dia-a-dia.

Comenta:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Sigam-me noutro sítio

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D